Reino de K@, 02 de Fevereiro, 15 anos de História

 

kleo - karina - klara - kassia - kyra - karol - kamila e kyran - kátia - kalena - karen - kalía - kmile - kris - karoly - kayana - kapitu - karmen - karísia - karla - kássia - kalini - kora - kamily - kalola - klara - kalissa - kalícia - kazua - kayla - kamaya - kandida - kadyne - kananda - kaíra - kalina - kaleska - kaneda - kaiara - kariane - kathy - katashi - kamila - klea - kamona - kazady - kairê - kaluna - kafira - kihara - kadija - kokah - katherine - kaciara - karmina - kamira - kalíope - klarissa - katucha - kaêda - kamires - kaori - kaylane - karila - kaliza - khamar - kahima - kálida - kalinda - kakau - kasira - katarina - kally - kassandra - kara - kika - kâmala - kiara - kalyne

 

L e i a +

O Poder do Olhar

Cada vez que alguém fala em sadomasoquismo a primeira imagem que vem à mente é a de um Dominador/a vestido com roupas pretas sensuais e munido de um delicioso objeto de desejo: O CHICOTE. Esse objeto já povoou os pensamentos mais íntimos de muita gente e se torna sempre referência ao se falar em SM. Mas de fato qual é o poder que Ele tem numa relação SM?

É possível que um Dominador possa comandar e adestrar Sua escrava sem o uso do chicote? Me lembro que meu pai educou à mim e às minhas irmãs muito severamente sem nunca dar um tapa ou usar de castigos físicos. Ele nos educou com o olhar. Firme e forte! Talvez doesse mais que o tal Chicote, porque nos atingia em cheio. Aquele olhar valia por muitas chicotadas

e eu poderia até sair contando como no SM: um... obrigada Senhor meu pai, dois... obrigada Senhor meu pai... rs

Entendo que está aí a minha "formação" SM, profundamente, masoquista emocional e não física. Tremo muito mais com um olhar do que com uma chicotada em si. A humilhação como desejo íntimo surgiu na minha infância. Um chicote (ou as chineladas) nem sempre era usado na frente de outras pessoas, mas o olhar? Ahhh! O olhar estava sempre ali e podia ser usado sempre na frente de qualquer pessoa, o que nos fazia corar na hora e sentir a mais terrível das vergonhas, porque acreditávamos que todos haviam percebido nosso castigo.

Me reportando ao SM, o chicote é ameaçador e com certeza toda escrava quer ter o prazer (ou dar prazer ao Dono) através dele. Me lembro do orgulho que senti com as primeiras marcas na bunda presenteadas por meu DONO. Apaixonei-me nelas instantaneamente, olhando-as sempre que podia, sentindo até certa tristeza na hora em que elas desapareceram. Gostaria de ter podido na época exibi-las como um troféu.

Mesmo com a alegria das marcas, e com todo a simbologia que representa o chicote, eu ainda me desmancho mesmo de dor e tesão diante de um olhar duro do Mestre. Nada mais forte e vibrante para demonstrar o Domínio de meu Dono sobre mim, do que simplesmente sentir o tesão escorrendo por causa de Seu olhar. Ele não precisa mover um músculo sequer, nem derramar uma gota de suor para me deixar toda entregue e submissa.

por: karla { K@ }


  • Negrito
  • Itálico
  • Sublinhado
  • Stroke
  • Citação
  • Smileys
  • :confused:
  • :cool:
  • :cry:
  • :laugh:
  • :lol:
  • :normal:
  • :blush:
  • :rolleyes:
  • :sad:
  • :shocked:
  • :sick:
  • :sleeping:
  • :smile:
  • :surprised:
  • :tongue:
  • :unsure:
  • :whistle:
  • :wink:
 
  • 500 Caracteres restantes