Sapatos, Saltos Altos e Fetiches

Não se sabe o que motiva o desejo por sapatos, mas certamente não há de ser a razão. Para a grande maioria das mulheres o sapato é algo compulsivo.

Uma pesquisa, realizada no Reino Unido, com 3.000 mulheres, mostrou que nenhuma delas usa mais do que 10 pares de sapatos, dos 20 pares que elas possuem em média em seus guarda-roupas. No entanto, muitas chegam a ter algumas centenas deles e não param de comprar novos modelos a cada novo dia, muitas vezes mantendo-os como tesouro secreto.

 

 Como um objeto tão simples provoca tanto desejo e emoções, mesmo nas pessoas mais controladas?

O primeiro impacto parece estar relacionado à forma como os detalhes são combinados. Muitas mulheres os comparam a obras de arte. Outras, o apego por eles é tão grande que tem o hábito de dar-lhes nome. Algumas afirmam que seus pés são a parte preferida de seu corpo e os sapatos o enfeite predileto. Tem as que compram sapatos um ou dois números maiores, porque dizem que quando a mulher fica grávida os pés aumentam e elas querem garantir que vão poder usá-los mesmos depois de terem engravidado. Existem aquelas que os comparam a ter uma Ferrari, são mágicos, atraentes e complexos.

O sapato é o único acessório que pode mudar o humor de uma mulher, como ela é vista e como ela se sente. Mostra personalidade. Conta uma história a respeito de quem os usa. Permite que ela possa a cada dia ou hora viver um papel diferente. Não chega a ser magia, mas é algo psicológico. Uma ilusão, um jogo da própria identidade em que este objeto pode transformá-la totalmente. Todos conhecem a história da Cinderela. Uma menina pobre, que encontra o amor, vira princesa e vive feliz para sempre, tudo por conta de um pequeno sapatinho de cristal.

Sempre demonstraram status. Uma forma de demonstrar poder e dinheiro através dos pés. Sapateiros de luxo, como Christian Louboutin, Manolo Blahnik e Pierre Hardy tornaram-se ícones da moda e são reverenciados como as estrelas de Hollywood. Fazer sapatos tornou-se uma arte.

Entre os bons modelos que não podem faltar nos melhores closets, temos: rasteirinhas, sapatilhas, mocassins, sandálias, sandálias de salto chique, botas, scarpins e claro os sapatos de salto alto.

O rei dos sapatos, como são conhecidos os sapatos de salto alto, se firmaram na cultura pop, desde o início dos anos 20, no pós-guerra, e se tornaram símbolos de feminilidade e independência. A paixão pelos saltos fez com que, nem sempre, os estilistas se preocupassem com o que é bom ou confortável. Ao contrário, incentivou-os a entrar no território da fantasia, onde a maioria das mulheres quer estar.

Fetiche preferido entre os homens. Nas revistas masculinas, as mulheres aparecem nuas e de salto alto, numa associação que excita uma grande maioria.

O salto parece ser a forma correta de passar a mensagem erótica. Muitos psicanalistas dizem que há algo muito especial no objeto em que a mulher enfia o pé. Uma equivalência clara entre o pé e o pênis e entre o sapato e a vagina que os recebem. O pé é um órgão muito sensível, proeminente e um pouco afastado do corpo o que pode dar muito prazer, conferindo a ele uma intimidade muito grande, tanto que nas culturas orientais, muitas vezes estão escondidos sob meias.

Estudos neurológicos indicam que a relação entre o pé e o sexo não existe apenas para os fetichistas. No córtex do cérebro os locais de recepção correspondentes aos pés e aos órgãos genitais ficam próximos e estas regiões costumam se comunicar. Quando há um curto-circuito, acontece um intenso prazer sexual, o que pode explicar porque os pés e os saltos alto são alguns dos fetiches mais comuns.

Conscientes ou não, as mulheres adornam os pés como símbolos fetichistas. Abraçam o estereótipo do salto alto, reinterpretando-o para obter vantagens e se libertando para reivindicar sua sexualidade. Dita Von Teese, atriz norte-americana, fetichista assumida, diz-se totalmente independente, mas que adora o jeito como os saltos a deixa poderosa e ao mesmo tempo vulnerável.

Andar de salto exige muita técnica e é comum mulheres procurarem conselhos de como usar, ficar de pé e andar com este acessório. Veja algumas dicas para os seus pés deslizarem:

* Acerte postura. Deixe o corpo resto e abra o peitoral;
* Ao andar, alterne todo o peso do corpo em cada uma das pernas;
* Contraia o abdômen, isto vai contrair a lombar e ajudar no equilíbrio;
* Deixe os joelhos relaxados e levemente dobrados.

Armas de sedução em massa. Objetos de desejo. Símbolo de feminilidade e poder. Representam algo para todos, tanto para homens como para mulheres. Usá-los é algo difícil, mas os efeitos de um salto alto são bons demais para serem negados.

por: Mestre K@

Fonte: GNT - Programa Salve os Sapatos.


  • Negrito
  • Itálico
  • Sublinhado
  • Stroke
  • Citação
  • Smileys
  • :confused:
  • :cool:
  • :cry:
  • :laugh:
  • :lol:
  • :normal:
  • :blush:
  • :rolleyes:
  • :sad:
  • :shocked:
  • :sick:
  • :sleeping:
  • :smile:
  • :surprised:
  • :tongue:
  • :unsure:
  • :whistle:
  • :wink:
 
  • 500 Caracteres restantes