Vivência Kalía como Sub de Laranja

Já fazia um ano, que a kalía era Sub de Laranja. Eu e ela já tínhamos vivido algumas situações onde estivemos com mais de uma escrava, mas sem dúvida este encontro, com a kassia e a klara, foi um divisor de águas em minhas fantasias. Abaixo, trechos dos relatórios enviados pelas escravas.

Na sexta à noite, a provocação. Com amigos, no Clube Dominna, uma longa e detalhada conversa sobre o funcionamento do Reino, sobre os papéis de cada uma das escravas.

 

Eu expliquei, que na koleira da Sub de Laranja o K era de ouro, com um brilhante, enquanto as das escravas da Classe de Preto era de prata. Que isto fazia parte dos elementos litúrgicos que eu usava no Reino, assim como o fato de nas festas as escravas da Classe de Laranja ou Vermelho, eram quem se sentavam ao meu lado, enquanto as escravas da Classe de Preto deveriam manter-se uma certa distância e se aproximar apenas para nos servir, garantindo assim o nosso bem estar ao longo da festa.

Lembro-me de olhar para a klara e ver o quanto aquela situação estava sendo difícil para ela. Sempre digo que dependendo dos momentos e das dificuldades que a vida nos apresenta, não só no BDSM, coisas banais para algumas pessoas podem se tornar grandes desafios para outras.

“vê-lo ali com todo aquele chamego com a kalía, enaltecendo a sintonia Primeira Dama, foi pior do que todos os kastigos aplicados na sessão. Pareciam laminas atravessando meu coração. Quando pedi para ir ao banheiro, foi para chorar, respirei fundo e refleti sobre a situação. Perguntei o que eu queria pra mim e cheguei a conclusão que não queria mais nada: Definitivamente estou em suas mãos, disposta a todos os testes, a todos os desejos, ficar sem seu contato foi o pior de tudo.” por: klara

No Sábado durante o dia, a ralação!

“Este não foi meu primeiro treinamento, mas foi mais ardido que os outros. O primeiro encontro com a Sub de Laranja e outra escrava do Mestre. Estava insegura e com medo dos meus sentimentos.

Os erros foram cobrados! Bunda e pezinhos castigados. Recebo a ordem da Senhora Kalía para passar a roupa dela, como escrava. Pela primeira vez senti ciúmes dos pés do Dono ao ver eles serem lambidos pela klara.

Mestre de todas as provações deste encontro o que aconteceu de mais lindo e mágico foi por duas vezes confirmar meu desejo de continuar a Te servir.” por: kassia

Na madrugada de domingo, o meu sadismo ainda continuava aflorado... Numa resposta torta dada pela escrava, acabei determinando que tomasse um banho gelado, mesmo com a temperatura por volta dos 5 graus.

“O banho foi a maneira que encontrei para mostrar o meu amor, não conseguiria de outra maneira. Estava irritada demais comigo mesma naquela hora, odeio ser tão sensível e estar tão vulnerável. Estou mais forte, mais consciente de tudo e mais dentro da fantasia. por: klara

Tudo o que vivemos, foi pensado. O banho gelado não! Sabia da suas dificuldades com a água fria, mas meu sadismo não se conteve. Para meu espanto você tirou a roupa e quando menos esperava entrou embaixo da água. Naquela hora eu fui ao céus não encontro palavras para descrever o que aconteceu... por: Mestre K@

Senti prazer em tudo, sabia que o Senhor estava se realizando e isso me dava forças para continuar. Agradeço, pela experiência que me proporcionou. As sensações maravilhosas que tive. As reflexões que já não me deixam nenhuma dúvida que não domino mais nada na minha vida, sou completamente sua. por: klara


Para a Sub de Laranja... o desafio!

Ao chegar no hotel eu tive uma tremedeira incontrolável e não era frio. Temia a reação da kassia e da klara, mas estávamos com espírito desarmado e senti o quanto era o desejo de fazê-lo feliz.Atuar como Sub de Laranja foi super tranqüilo e prazeroso. Sentir seu tesão na minha atuação foi 10! Não me constrangi hora nenhum encarnei verdadeiramente o meu papel e me senti muito bem com isso.


De todas as práticas a que me deu mais prazer foi picar os pezinhos da klara e ver a kassia de empregadinha passando minha roupa.

Foi muito prazeroso estar no bem-bom ao seu lado. Sei que nem sempre será assim, mas vou confessar me deu muito prazer.

Para mim... mais um degrau conquistado na realização das minhas fantasias.

Vivenciar tudo o que aconteceu, assistir a Sub de Laranja no bem-bom todo o final de semana e depois mandar que as duas escravas fossem dormir no quarto ao lado, fechou com chave de ouro o encontro.

 

O meu muito obrigado às minhas escravas pela entrega e por tudo o que oportunizaram viver. Dominar mulheres de personalidade forte, que sabem o que querem e que põe o prazer do Dono à frente de seus próprios interesses pessoais, por mais complicado que isto possa ser, é algo especialmente gratificante e prazeroso.

 


  • Negrito
  • Itálico
  • Sublinhado
  • Stroke
  • Citação
  • Smileys
  • :confused:
  • :cool:
  • :cry:
  • :laugh:
  • :lol:
  • :normal:
  • :blush:
  • :rolleyes:
  • :sad:
  • :shocked:
  • :sick:
  • :sleeping:
  • :smile:
  • :surprised:
  • :tongue:
  • :unsure:
  • :whistle:
  • :wink:
 
  • 500 Caracteres restantes